para ti, ti e si





















Sabes, o mal é teu e recai sobre ti. Eu não sou o que tenho ou o que compro, sou o amor que tenho pela vida, pelo que me faz sentir bem, quer sejam pessoas, animais ou árvores.
Só com os valores básicos se chega ao amor, mesmo que sofrendo com tão triste realidade, o contraste com a mesma e os valores que pratico fazem-me estar bem comigo e querer apenas aprender o bom e esquecer o mau, para ser um pouco melhor cada dia. 

Só o amor compensa a vida.

Pessoas como tu é o que há mais, e como é fácil constatar não vão longe, nunca estão bem, por mais coisas que tenham por mais dinheiro que roubem, por mais intrigas que criem, não mudam em si a ideia de quem são, pessoas sem amor, azedas, azedadas.

Resta-me desejar as melhoras, esquecer e seguir, mesmo que perseguido continuarei a ser eu, livre.

contacto

contacto